Mato Serrão

Carvoeiro

Localizado em Mato Serrão, Carvoeiro, desenvolvemos um jardim cuja pretensão era reproduzir o caos natural que uma plantação propositadamente desorganizada pode gerar.

A tentativa era clara: recriar, numa escala reduzida, as cores, volumes e texturas dos prados e bosques mediterrânicos. O uso de árvores nobres como oliveiras centenárias, sobreiros e pinheiros mansos reforçavam essa mesma estratégia. 

Ainda que aparentemente caótico, estas manchas de jardim pretendiam-se atravessadas por caminhos e acessos fortemente delineados por segmentos retilíneos quebrados, numa clara alusão à arquitetura contemporânea minimalista da moradia.

Estes seriam materializados num pavimento tipicamente português, e cuja coloração clara acentuava a sua presença por entre o escuro da casca de pinho calibrada, que reveste todas as áreas de plantação.

Destaque para o sobreiro ornamental, devidamente isolado numa floreira circular, na entrada da moradia, qual cartão de visita.

voltar para portfólio